<$BlogRSDUrl$>

Em Cima Delas Que Nem Caes ou Em Baixo Deles Que Nem Cadelas!!!

sábado, 24 de abril de 2004

C A M P E Õ E S



Voltei, voltei; voltei de lá....

...ainda há pouco estava de férias, e agora já estou cá!
Pois é, cá estamos de novo. Acabado de regressar "dos estrangeiros" fui logo tomado de surpresa com a detenção do Major Valentão. Por instantes ainda pensei se teria mesmo regressado a Portugal.
Neste momento o meu racíocinio ainda não está a 100%, por isso desenvolverei as minhas ideias um dia mais tarde!
Apesar de tudo, estou contente de ter regressado são e salvo! SBT



domingo, 11 de abril de 2004

Últimas da GNR no Iraque!

Depois de George Bush ter feito uma visita aos soldado americanos no Iraque, foi agora a vez de Silvio Berlusconi surpreender os seus compatriotas.

E não, não foi lá no Compasso dar a cruz a beijar. Foi sim, felicitar as forças italianas pelo bom trabalho que têm desempenhado. Afinal ainda não foram muitos os que morreram.

Uma questão impõe-se agora: Para quando uma visita de Durão Barroso aos nosos GNR?

É que, ao que parece, ainda não houve baixas entre os GNR no Iraque. Logo, eles mais do que qualquer outra força no terreno, merecem uma atenção de quem os enviou para lá!

O Em Cima Delas Que Nem Cães entrevistou o Coronel da GNR, Amândio Fonseca, em plena fase de preparativos para a Páscoa, que nos revelou o grande segredo para a inexistência de baixas da nossa guarda!

Em Cima Delas Que Nem Cães: Então sr. Coronel, revele-nos lá qual é o segredo.
Coronel Amândio Fonseca: Bem, o segredo é deixar o cabritinho num bacio de vinho tinto, depois de ser untado com margarina. Depois de 24 horas de molho...
ECDQNC:Não Coronel, o refiro-me ao segredo da inexistência de baixas entre os nossos compatriotas.
CAF: Ah! Esse segredo!... Bom, o segredo deste sucesso é o elemento surpresa e tal...
ECDQNC: Elemento surpresa coronel? Como assim?
CAF: Bom, os americanos e os ingleses apareceram por aqui todos bonitinhos, com grandes tanques, aviões, metrelhadoras e tal... Ora, isso dá muito nas vistas. A modos que, resolvemos aplicar uma táctica de guerrilha antiga, de modo a evitar baixas...
ECDQNC: E que táctica é essa coronel?
CAF: É uma táctica utilizada há décadas atrás pelas tropas de Samora Machel. É a táctica do Mato ou Môrro! É necessária grande coragem por parte das nossas tropas, jovem...
ECDQNC: E em que consiste sr. coronel?
CAF: Bom, muito simples jovem! O método é o seguinte: Como o próprio nome indica, se o inimigo vier do mato a gente amandámo-nos para o môrro. Por outro lado, se o inimigo vier do môrro, a gente amandámo-nos para o mato... E até ver, tem resultado!

Magallanes



sábado, 10 de abril de 2004

Marketing

Estava eu muito descansado a almoçar, quando me surgiu uma ideia que podia ser utilizada pela Igreja Cristã.
Combinando esta época de Páscoa, com o lançamento recente do filme "A Paixão de Cristo", a Igreja podia aproveitar para criar uma linha de bonecos de acção, tipo Action Man (Até porque Jesus Cristo era no fundo um "Good Action Man").
Assim podíamos ter J.C. e a carpintaria, J.C. e a mesa da "Última Ceia", juntava-se os Apóstolos, os Romanos e como não podia deixar de ser J.C. com a cruz e pregos verdadeiros. SBT




quinta-feira, 8 de abril de 2004

MAI NADA!!!




sábado, 3 de abril de 2004

É um entra e sai!!!

Pois é, os calabouços da PJ mais parecem as portas do céu, não passa muito tempo sem que entre e saia alguém relacionado com o caso CASA PIA.
Desta vez foi Ritto o felizardo a ir "lóriar a pubide", apesar de só o poder fazer lá pelas zonas dele...
Segundo o Tribunal da Relação o senhor porta-se bem e não vai fazer mais asneirinhas... temos que acreditar no que os Sr.s Juízes dizem... não são pessoas para brincar com assuntos sérios!
Quem será o próximo a ir arejar o queque? =S

RC


quinta-feira, 1 de abril de 2004

SERÁ DEMAIS PEDIR A TAÇA?

(Eu não era para pôr isto aqui, mas depois do que se passou em Braga, até achei boa ideia! SBT)

Está tudo pronto? Dá-lhe gás!
Três, dois, um, vai arrancar.
uma espécie de hino em versão popular
sem coisas de mão no peito e ar pesado
2004 o campeonato vai mudar o nosso fado
do coitado, do conformado, do comido
Porque é que o país se queixa do que podia ter sido?
Mas nunca é. E a culpa nunca é nossa
é do árbitro, é do campo, é de quem nos deu uma coça.
Chega. Queremos mais, é um murro na mesa.
Um grito do Ipiranga em versão portuguesa.
Porque até hoje, quase marcámos, quase ganhámos, quase fizemos…
Mas porquê quase? …Passemos à próxima fase.

Marca mais!
Corre mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

O conceito é muito simples: não desistir.
Mas será que é chato aquilo que acabamos de pedir?
É chato agora, acreditem no que digo:
nós jogamos em casa e contamos com o Figo,
o Rui Costa, o Deco, o Simão e com o Pauleta.
Razões para querermos mais que um lugar que não comprometa.
Será demais pedir a taça?
Nada que um adepto com orgulho não faça.
Bonito, bonito, é dar o litro,
não por as culpas no gajo do apito.
Vá lá gritar, noventa minutos, cento e vinte, o que for
do princípio ao fim, por favor.
Vamos lá people, afinem-me essa voz
No fim, só ganha um… e temos que ser nós.

Marca mais!
Corre mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!
Joga mais
Sua mais
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

Nem custa tanto assim imaginar a vitória
no fundo, é só uma soma de momentos de glória.
Era bonito… Um abraço aqui, um abraço ali…
Abraço toda a gente, abraço quem nunca vi.
Vamos lá transformar isto numa grande festa
Sem pressão, Selecção, és a esperança que nos resta
Por isso, escuta: não te esqueças que a sorte protege os filhos da luta.
Não levem a mal a exigência
Mas para empates e derrotas já não há paciência.
Queremos mais, muito mais, menos ais
Scolari, já vimos aquilo que “ cê é capais”.
“Cê “ sabe que para ganhar é preciso ter fé.
E a bola no pé. Yo !!!
…querem mais?
Então “ baza” lá vamos lá outra vez
Quem não salta agora aqui não é português
Sempre com o desejo de cantar na final
“levantai hoje de novo o esplendor de Portugal”.
tudo a postos...
Vamos ter fé uma vez na vida
e acabar o europeu de cabeça e de taça erguida.
Se temos saudade, temos vontade, temos saúde, temos atitude
Se temos tudo, de que é que o português se queixa?
…Era esta a vossa deixa.

Marca mais!
Corre mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!
Joga mais
Sua mais
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

Faz o download da música, aqui.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?